lahaine.org

compartir

                          

Dirección corta: https://lahaine.org/fN4H

convertir a:
Convertir a ePub  ePub        Convertir a pdf  pdf

  tamaño texto

  enviar          imprimir


traductor

14/04/2019 :: Nacionales Galiza

A XIII Marcha às Cadeias será o 25 de maio

x Galiza Livre
25 de Mayo, XIII Marcha às Cadeias

A associaçom de familiares e amizades dos presos independentistas galegos, Que Voltem para a Casa! vêm de anunciar nas suas redes sociais que a XIII Marcha às Cadeias será o vindouro 25 de maio, mas ainda sem concretizar o número de autocarros que haverá disponíveis e os horários e percorridos de cada um deles.

Com esta já som treze as ediçons que o coletivo organiza esta jornada reivindicativa que tem como alvos principais, em primeiro lugar, denunciar a situaçom de excepcionalidade que sofrem os presos independentistas galegos que estám dispersados em cadeias longe do território galego, e em segundo lugar, fazer-lhes chegar aos presos o apoio e a calor de amizades, familiares, e demais pessoas solidarias que participem na marcha, e com isto tratar de fazer-lhes a pena um pouco mais lavadeira.

As demandas
Reclama-se o traslado de todos os presos independentistas galegos a cadeias situadas em território galego, um direito que reconhece o próprio regime jurídico espanhol em concreto o artigo 25.2 da Constituçom Espanhola e o Regulamento Penitenciário, além de normativa internacional como é o caso do Convénio Europeu de Direitos Humanos ou as chamadas ‘Regras Mandela’ da ONU. A dispersom é um castigo acrescentado para familiares e amizades que querem visitar os seus seres queridos na prisom. Trata-se, portanto, de um ato em defesa dos direitos fundamentais dos presos independentistas galegos.

Além de reclamar o fim da dispersom, a plataforma também exige a revogaçom da legislaçom antiterrorista, a implementaçom de todos os mecanismos jurisdicionais e protocolos que garantam a integridade física e psicológica das pessoas durante as detençons, a revogaçom da jurisdiçom excepcional da Audiência Nacional e o julgamento das pessoas perseguidas por um tribunal territorial ordinário, a desativaçom da legislaçom de exceçom a fim de evitar o uso sistemático da detençom preventiva, do primeiro grau e o regime FIES, e umhas condiçons de vida decentes e humanitárias dentro das prisons.

Novidades desde a última ediçom
Na passada ediçom as pessoas solidárias viajaram até as prissons de Villabona, Ocaña, Topas, Dueñas e Mansilla de las Mulas, onde cumpriam condena as presas independentistas galegas naquele momento para faze-lhe chegar ao seu apoio em forma de cânticos e berros de ânimo, mas desde aquela, ficarom livres Maria Osório e Diego Santin logo de cumprir as suas respetivas condenas.

E mais recentemente, Roberto Rodriguez Fialhega ‘Teto’ era trasladado a umha prisom na Galiza além da progressom a segundo grau com a correspondente melhora das suas condiçons de vida.

Solidariedade
Animamos a todas aquelas pessoas solidárias com a gente que sofre o pior da repressom por motivos políticos a que participem da XIII Marcha às Cadeias. Além disto, aproveitamos esta nova, para animar a escrever-lhe aos presos independentistas e fazer-lhes chegar o apoio. Deixamos os endereços mais abaixo:

Roberto Rodriguez Fialhega
Centro Penitenciário de Teixeiro
Estrada de Paradela s/n
15310 Teixeiro (A Corunha)

Eduardo Vigo Dominguez
Centro Penitenciário Ocaña 1
Mártires de Ocaña, 4
45300 – Ocaña (Toledo)

Raul Agulheiro Cartoy
Centro Penitenciário Villabona (Asturias)
Finca Tabladiello
33422 Villabona-Llanera (Asturias)

compartir

                          

Dirección corta: https://lahaine.org/fN4H

 

Contactar con La Haine

Envíanos tus convocatorias y actividades!

 

La Haine - Proyecto de desobediencia informativa, acción directa y revolución social

::  [ Acerca de La Haine ]    [ Nota legal ]    Creative Commons License    [ Clave pública PGP ] ::

Principal