lahaine.org

compartir

                          

Dirección corta: https://lahaine.org/fT0l

convertir a:
Convertir a ePub  ePub        Convertir a pdf  pdf

  tamaño texto

  enviar          imprimir


traductor

04/07/2020 :: Nacionales Galiza

Entrevista a Adolfo Telmo, porta-voz da Plataforma de Afetados pola Hipoteca de Vigo-Tui

x Galiza Livre
Entrevista a donfo Telmo portavoz de la plataforma de afecyados por la hipóteca de Vido-Tui

Quais som os principais problemas cos que te encontras diariamente em relaçom coa vivenda?

O principal problema que tem Galiza é a ausência dum Parque Público de Vivenda em Regime de Aluguer. No nosso país temos mais de 12 mil demandantes de vivenda em aluguer e se a isso lhe somamos, como nos demonstrou a crise do COVID 19 e o confinamento, que relevou como umha parte da populaçom vive em vivenda inajeitadas, insalubres ou mal ventiladas, temos entom um gravíssimo problema de habitabilidade e vivenda.

O Direito a umha Vivenda Digna contempla-se no artigo 25 da Decaraçom Universal dos Direitos Humanos e no artigo 47 da Constituiçom do Estado Espanhol de 1978. Fica numha mera declaraçom de intençons mais que numha realidade? Está hoje mais que nunca de atualidade o lema “casas sem gente e gente sem casas?

Nem que dizer tem que o artigo 47 da Constituiçom do Estado espanhol é na prática papel molhado. A posiçom do artigo na Constituiçom nom ajuda.

No Estado espanhol é impossível ter um projeto de vida estável como inquilino ou proprietário pola desprotecçom jurídica e sobretodo pola crescente precariedade e aumento do preço da vivenda.

Vivemos numha situaçom em que nom existe um parque de vivendas à margem dos vaivéns do mercado livre que controlam os Fundos de Investimento, A Banca e os grandes proprietários. O Parque de Vivenda Pública de Aluguer

nom supera o 1% , assim pois os 2,5 milhons de fogares que vivem em vivendas alugadas sofrem a ditadura da Lei de Arrendamentos Urbanos (LAU).

Nom se ajuda as familias, ajuda-se os proprietários. Esta é a realidade do artigo 47, umha oportunidade perdida.

Os fundos abutre som unha das novas realidades que afetam à nossa sociedade. Em que consistem este tipo de fundos que primam se cabe ainda mais o capital sobre as pessoas?

A característica fundamental da borbulha do aluguer é o acaparamento da vivenda polos Fundos Abutre e o insustentável esforço económico que tratam de fazer as famílias.

As inquilinas suportamos aumentos de case um 40% do preço dos alugueres em Vigo nos últimos quatro anos. E que os requisitos exigidos para poder alugar um piso estám fora do alcance da maioria da populaçom.

Dizemos que já nom se pode ocultar que estamos ante umha nova borbulha da vivenda, da impossibilidade dos moços para emancipar-se e do incremento dos despejos de aluguer.

A vivenda já nom está em maos de particulares que com gram esforço invistem numha vivenda extra e alugam-na. Isto é unha pequena minoria que ademais sobem os preços do aluguer impulsados ou por imitaçom do que fam os grandes possuidores de vivenda ou maioritariamente os Fundos de Investimento que som que realmente ditam os preços do mercado da vivenda.

Os proprietário e os grandes possuidores da vivenda sabem que em ausência de política social, eles ditarám as normas e os preços.

Crês que o problema da vivenda bate dum jeito mais implacável territórios mais empobrecidos como Galiza.

Sem dúvida, mas nom acho que o problema seja maior por ser Galiza um país pobre, que é discutível. O problema é a ausência de Política Social dos Governos do PP e do Senhor Feijóo.

compartir

                          

Dirección corta: https://lahaine.org/fT0l

 

Contactar con La Haine

Envíanos tus convocatorias y actividades!

 

La Haine - Proyecto de desobediencia informativa, acción directa y revolución social

::  [ Acerca de La Haine ]    [ Nota legal ]    Creative Commons License    [ Clave pública PGP ] ::

Principal