lahaine.org

compartir

                          

Dirección corta: https://lahaine.org/eO9e

convertir a:
Convertir a ePub  ePub        Convertir a pdf  pdf

  tamaño texto

  enviar          imprimir


traductor

09/02/2015 :: Nacionales Galiza

Massiva resposta nacional galega em defesa da língua

x Diario Liberdade
Multitudinaria manifestación nacional en Compostela en defensa de la lengua galega

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar Registrar / Autenticar

Início Galiza Portugal Brasil África/Ásia América Latina Mundo Entrevistas Audiovisual Opiniom Quadrinhos Brasília: 8 de Fevereiro de 2015 17:01  Compostela e Lisboa: 8 de Fevereiro de 2015 19:01  Luanda: 8 de Fevereiro de 2015 20:01  Maputo: 8 de Fevereiro de 2015 21:01  Pagina Principal Artigos em destaque Portugal Comunicaçom Portugal: o mais lido no Diário Liberdade em 2013 1 More Sharing Services 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (2 Votos) Arquivado em: língua  galego  

Massiva resposta nacional galega em defesa da língua

Artigos em destaque - Categoria: Língua/EducaçomPublicado em Domingo, 08 Fevereiro 2015 15:42

Galiza - Diário Liberdade - Vários milhares de galegas e galegos saírom hoje às ruas da capital, Compostela, para reclamar umha mudança de rumo nas políticas lingüísticas, que em maos do espanholismo condenam o galego à inaniçom.

 

A convocatória nacional pola língua, que costuma realizar-se no dia 17 de maio, foi desta vez adiantada para o dia 8 de fevereiro, coincidindo com a a jornada de luita em defesa da língua que aconteceu no mesmo dia de há 6 anos, quando organizaçons ultras espanholas convocárom umha marcha em Compostela contra o galego. Na altura, o movimento popular, entidades culturais e a esquerda independentista enfrentou-se nas ruas a quem reivindicava o extermínio da língua da Galiza, o que derivou em fortes confrontos com a polícia espanhola e julgamentos de ativistas pró-galego que continuárom até esta mesma semana.

Na manifestaçom de hoje, cuja convocatória recaiu na plataforma Queremos Galego, ligada ao BNG, participárom coletivos, partidos, sindicatos e associaçons de todo o tipo, com exceçom da direita pró-espanhola. Estivérom Anova, NÓS-UP, Causa Galiza, PSOE, BNG, IU, Equo, CxG, assim como coletivos ambientalistas como Adega, juvenis como Briga, Isca!, Galiza Nova e Xeira, feministas como MNG e Assembleia Feminista Galega, culturais como Fuco Buxám ou a Fundaçom Artábria, de renovaçom pedagógica como a Nova Escola Galega, normalizadores como a Mesa ou a AGAL, sindicais como a CIG e CNT, estudantis como AGIR ou LEG, profissionais como o coletivo de dobradores/as, docentes de Celga, e um longo et cétera.

A manifestaçom percorreu o centro de Compostela exigindo umha nova política lingüística, velha reclamaçom que desde o início do período autonómico nom se verificou, pois os sucessivos governos tenhem mantido estratégias ditas "bilingüisticas" que só servírom para acelerar a perda de falantes do idioma do País em favor do espanhol.

O reintegracionismo de base voltou a agrupar-se no Bloco Laranja, que visualizou a reclamaçom de um ensino na nossa língua e um modelo cultural orientado para o espaço internacional de língua galego-luso-brasileira.

Como é habitual, a marcha concluiu na praça da Quintá, que ficou cheia e com todo o tipo de faixas, bandeiras e reclamaçons em favor do galego. Atuaçons musicais e diferentes alocuçons marcárom o fim da moblizaçom.

compartir

                          

Dirección corta: https://lahaine.org/eO9e

 

Contactar con La Haine

Envíanos tus convocatorias y actividades!

 

La Haine - Proyecto de desobediencia informativa, acción directa y revolución social

::  [ Acerca de La Haine ]    [ Nota legal ]    Creative Commons License    [ Clave pública PGP ] ::

Principal